Criarumemail.com/

Últimas Postagens

Voltaremos em breve
 
 
Com a crise que assola a Europa vem surgindo um novo tipo de rede social que envolve a troca de produtos, uma espécie de escambo já que não envolve dinheiro. Os swap shop como são chamados já estão presentes em mais de 18 paises. Esse tipo de negócio virtual iniciou em Madri e atualmente já conta com cerca de 600 feiras em toda a Espanha.

Achei a idéia genial e estou até pensando em criar um blog para comercialização local, pois acredito que não só eu mais todo mundo possui algum objeto ou aparelho ou até mesmo uma coleção que não usa mais que gostaria de dar um destino, sendo que se esse destino puder ser uma troca por algo que a pessoa necessite mesmo que seja usado vale muito a pena, pois além de estarmos contribuindo para o meio ambiente (não jogando no lixo) estamos contribuindo também para economia ou alguém acha que o consumo excessivo faz bem a economia? isso sem falar na questão de nossa economia (a doméstica) já que não vamos desembolsar nenhum real para adquirir algum produto que necessitamos.

Vou dar alguns exemplos de como o escambo pode ser interessante já que alguém pode achar que essa prática é usada só para coisas antigas que não tem mais utilidade.

1. Aparelho de DVD que lê divX mesmo que seja usado é uma mão na roda, pois podemos assisitr aos filmes baixados da internet e inserido em um pendrive ou mídia de DVD, o ideal é que o mesmo venha com entrada USB caso não tenha o usuário pode utilizar uma midia regravavel;

2. Receptor digital quando vejo em uma casa um receptor analogico (aquele que vem junto na parabolica) a impressão que tenho é que o sujeito ainda não conhece tecnologia. Esse tipo de receptor acabou com o chiado e os chuvisco caracteristicos dos receptores antigos, isso sem falar no número de canais que aumenta muito pode passar de 100 e as centenas de rádio de todo o pais que podem também ser sintonizadas e então vale a pena ou não comprar um receptor usado?

3. Computador esse aparelho hoje é tão barato que não vale a pena comprar um usado, mas quando falamos de escambo ai a coisa muda de figura já que podemos trocar peças tipo uma plca de vídeo por uma de captura ou um pente de memoria por um drive de cd. Agora se for tentar comercializar já é bem mais dificil porque conseguir um preço justo é muito dificil.

Resolvi exemplificar porque conheço muita, mas muita gente mesmo que não faz idéia do que seja um receptor digital, nunca assistiu um filme em divX ou que nunca assisitiu TV pelo monitor do computador esse tipo de pessoa pode ter acesso a essas tecnologias e de forma acessível e prática através de um blog que ensine o que é e como por em funcionamento isso sem falar na opção de trocar o aparelho por algo, como eu sou aficionado em tecnologia (Geek) pensei em passar adiante algumas que já substitui, mas que não consegui vender tipo: receptor, peças de computador, mp4, celular, etc...

Em breve um novo blog surgirá e quem quiser seguir o exemplo ou que já tenha um do tipo e queira compartilhar idéia meu e-mail é: gardvet@gmail.com              


Não a como ignorar os blogs, mesmo os pequenos trazem informações relevantes, vejam isso: há quase dois anos atrás mais precisamente em 19/09/2010 publiquei no blog ossembandalarga uma postagem com o seguinte titulo “chega de laptop roubado” para minha surpresa a revista veja dessa semana na coluna tech+ fala também sobre o prey (detalhe descrevi a mais de um ano quando era novidade, o prey agora até uma criança sabe anula-lo) só que a reportagem mostra como uma novidade. Abaixo a informação da Veja.


Outro exemplo a superinteressante desse mês mostra uma matéria sobre supervírus, coincidência ou não com um mês de antecedência falei sobre isso aqui mesmo nesse blog com o título “Até onde vai a estupidez humana”. 



Os pequenos blogs são ignorados no mar de informações da internet, mas apesar de ser um plâncton nesse oceano de noticias divulguei informações antes dos tubarões, como diz o ditado não se deve julgar um livro pela capa. E fica a dica apesar de não ter atualizações constantes procuro trazer informações relevantes, então não se surpreenda se algum site ou revista lançar uma matéria com os animais mais perigosos do Brasil, aqui já tem a um bom tempo.



 
 
Rato:

O rato é uma espécie de super atleta do mundo animal, pois ele passa em frestas muito estreitas (a cabeça passando ele passa), consegue nadar até 800m (praticamente nenhuma casa está livre mesmo as isoladas por água), mergulha e pode ficar até 3 min sem respirar (descer na descarga não vai matá-lo), é exímio escalador e escavador e roem os mais diversos tipos de materiais desde madeira até áreas cimentadas; por essa descrição dá para perceber que acabar com ratos não é das tarefas mais fáceis e esse bichinho além de competir com o homem por alimento (no campo principalmente) é transmissor de muitas doenças e já foi causa de epidemias pelo mundo; aqui no Brasil em épocas de enchente uma das doenças que aumentam bastante o número de casos é a leptospirose que pode ser transmitida pela rina desse animal. Algumas das doenças transmitida por esse animal são: peste bubônica, tifo, febre da mordida do rato, triquinose, raiva, salmonelose, sarna e micoses e hantavirose como podemos ver o rato apesar da aparência dócil é muito perigoso.

O ser humano:

Esse ficou por ultimo por ser o mais perigoso de todos, ele está no topo da cadeia alimentar, costuma não respeitar as leis apesar de ser “racional”, polui o meio ambiente, destrói o habitat de outros animais, transmite doenças para sua espécie e põe a culpa em outra (caso da cisticercose que muita gente acha que contrai da carne de porco), é violento e costuma não respeitar os outros. Todas essas características podem muito bem se encaixar com um vizinho, parente, conhecido ou qualquer outra pessoa que tenhamos contato, pois sabemos que de todos os animais nos somos o mais perigoso, se você ainda tem alguma dúvida leia outras postagens aqui como a sobre o lixão, cisticercose, carne, etc.


A barata é um inseto e já está na terra há pelo menos 380 milhões de anos, ela causa pavor e nojo em algumas pessoas e existem motivos sim para temer esse inseto, pois em suas patas estão bactérias, fungos, vírus, protozoários e todo tipo de micro-organismo causador de doença. As baratas tem hábitos noturno e costuma alimentar-se de restos de comida ou aqueles restos que ficam no banheiro, mais especificamente em um cesto ao lado do sanitário, ela pode também se alimentar das melecas do seu nariz (agora ficou com medo?), mas o grande problema são as doenças que ela pode transmitir como: cólera, hepatite A e B, tifo, giardiase, verminoses, etc. Doenças essas transmitidas justamente do contato dela com nós, seja contaminando nosso alimento, seja fazendo uma boquinha dentro do nosso nariz.

Agora que você sabe que a barata não é inofensiva é bom saber também que acabar com ela não é tarefa fácil, pois todo esse tempo na terra lhe deu algumas características bem vantajosas como: sistema nervoso difuso se você arrancar a cabeça da barata não vai matá-la, pois seu sistema nervoso é espalhado por todo corpo; suas antenas conseguem captar o menor movimento, por isso é difícil acertar ela com uma chinelada; seu corpo é revestido com um exoesqueleto de quitina que além de duro é maleável o que faz com que ela entre em qualquer buraco mesmo menor que seu corpo e a dureza permite que resista a mais de uma chinelada como você mesmo pode comprovar. Não se anime quando você consegue pisar e matar a barata, pois aqueles restos que saem de seu corpo estão com os ovos que irão eclodir e surgir novas baratas, já os inseticidas se fossem eficientes não existiria mais nenhum inseto, quanto a casa limpa também não é garantia de que esses hospedes indesejados cheguem até a sua casa, ela pode vir de terrenos baldios, casa ou prédios abandonados ou até mesmo da sujeira de seu vizinho. Agora que você conhece a barata já sabe que tem que minimizar o problema porque acabar acho muito difícil.


Os concursos públicos federais quando exigem questões de informática, é certo de ser cobrado o Libre Office, para quem não conhece é o equivalente ao Word, Excel e Power Point só que gratuitos. Apesar da forma de utilização ser bastante semelhantes é bom conhecer alguns pormenores desses aplicativos e que são cobrados nos concursos. Abaixo segue o link para download de um e-book gratuito que está disponível na internet (assim como o aplicativo também é gratuito e pode ser feito o download sem problema com pirataria) e para o aplicativo, caso se interesse em instalar para ajudar nos estudos.    



A tuberculose é uma doença crônica provocada por uma bactéria e que há algum tempo atrás significava a sentença de morte o diagnóstico de tal doença. Os antibióticos propiciaram a cura não só dela, mas de muitas outras doenças, acontece que médicos indianos descobriram recentemente uma tuberculose resistente a tratamento com antibióticos.  

Os números da doença já são altos e caso essa nova bactéria mais resistente se espalhe, mais (já tem casos na Itália e Irã) a doença pode tornar-se um problema mundial. Atualmente consumimos antibióticos (indiretamente) demais, seja sem a prescrição do médico (profilaticamente) ou até mesmo através de alimentos como carne e leite, já que na criação de bovinos no Brasil não se respeita o período de carência para eliminação do produto do organismo do animal, levando assim a ingestão do mesmo através dos produtos de origem animal, isso já foi provado com os vermífugos como já falei aqui, mas não se engane, pois o  mesmo acontece com os antibióticos.

Qual o problema de consumirmos demais? A resistência bactéria faz com que a bactéria torne-se imune ao medicamento, que pode ter sido o que aconteceu a essa nova tuberculose. É bom lembrar também que a tuberculose pode ser contraída dos bovinos através da carne ou leite, pois esses animais também são susceptíveis, só que os criadores dificilmente realizam o teste diagnóstico (apesar do baixo custo) e muitas vezes quando faz é com um “profissional” desonesto que não faz a leitura corretamente, se uma doença desse porte desembarcar por aqui teremos sérios problemas.