Você sabia que paga pra ingerir bactéria

By | terça-feira, agosto 10, 2010 Deixe um comentário

A milhares de anos o homem descobriu que não precisaria parar de tomar leite materno, ele podia roubar de outras espécies animais, a partir de então o leite entrou definitivamente em nossa alimentação seja em derivados como queijo ou iogurte, seja em receitas como pizza, bolo, etc..

No Brasil o leite é classificado em A, B e C o que pouca gente sabe é que essa classificação determinada pelo Ministério da Agricultura (MAPA) diz respeito ao padrão de higiene da ordenha, enquanto que o tipo A apresenta uma contaminação mínima e a ordenha é obrigatoriamente mecânica, sendo que o homem em nenhum momento toca o leite, Já os tipos B e C são permitidos a ordenha manual e com isso vem à contaminação, embora a pasteurização destrua a maior parte dos microorganismos patogênicos, vale lembrar que em muitos locais ainda é comercializado o leite in natura (aquele que é vendido de porta em porta) apesar de por lei ser proibido desde a criação da instrução normativa nº 51 em 18 de setembro de 2002. Então fica o alerta para tomar cuidado com leite in natura, pois a contaminação do mesmo não é pequena, quanto ao leite B e C fica a indagação? Pergunte a um Americano ou Europeu se ele tomaria leite nesse padrão ou procure na internet que tipo de leite é comercializado por lá, que você verá que nós compramos bactérias e ainda por cima achamos uma delicia.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial