O brasileiro que merecia um Nobel

By | terça-feira, dezembro 21, 2010 Deixe um comentário

O prêmio conhecido por Nobel nem sempre premia quem realmente merece, existem casos de pessoas que deveriam ser premiadas, no entanto não houve o reconhecimento o que leva crer na famosa “panelinha” também conhecida por jogo de cartas marcadas, pois é a desonestidade não está somente nesse lado do mundo não, existe também na suíça. Conheça um pouco sobre a história de um dos maiores injustiçados .O  mineiro Carlos Chagas era médico e sanitarista especialista em malária, doença que ajudou a erradicar da cidade de Santos, no litoral de São Paulo. Por isso, em 1909, foi chamado à pequena cidade de Lassance, em Minas Gerais, para ajudar a controlar a doença. A malária dizimava os operários que construíam a Estrada de Ferro Central do Brasil, impedindo o término da obra. Mas a maleita não era o único mal da população. Muitos se queixavam de problemas no coração. Chagas notou a abundante presença de um inseto sugador de sangue nas residências, o barbeiro, e decidiu investigar se ele poderia ter algo a ver com as doenças cardíacas. Levou exemplares para seu laboratório improvisado, dentro de um vagão de trem desativado. No tubo digestivo do inseto encontrou a causa do mal que atingia aqueles mineiros e milhares de outros brasileiros. Batizou-o de Trypanosoma cruzi em homenagem a outro médico ilustre, o amigo sanitarista paulista Oswaldo Cruz (1872-1917). Enfim esse cientista foi o único no mundo a descrever todo o ciclo de uma doença e não ser premiado com um Nobel agora fica a pergunta por quê?
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial