Brasileiro gosta de carne ruim

By | terça-feira, janeiro 04, 2011 Deixe um comentário

A carne que chega a mesa do consumidor nem sempre é de qualidade, pois muitos estabelecimentos comercializam carne sem inspeção seja ela: federal, estadual ou municipal. E qual a importância de uma carne fiscalizada para o consumidor? A carne sem os devidos cuidados de abate e sem a procedência do animal pode ocasionar sérios problemas de saúde ao homem como: encefalopatia espongiforme bovina (doença da vaca louca), hidatidose, teníase, tuberculose, toxoplamose, etc.

O que é mais grave nisso tudo é que a população é conivente com tudo isso, pois quando compra carne não leva em consideração o rastreamento da mesma, diferente de consumidores de outros países que só aceitam carne rastreada, com isso o que tem de melhor aqui vai para fora, e as sobras ficam conosco que somos menos exigentes, é essa a carne consumida por nós “as sobras”. É interessante que em muitos estados nem mesmo a GTA é exigida nos abatedouros municipais, e esse é apenas um documento que comprova a vacinação contra febre aftosa, imagine o sisbov que serve para saber a procedência do animal esse não é nem do conhecimento deles quanto mais exigido.

Enfim o Brasil é muito desigual em todos os sentidos o que é realidade em um estado é ficção em outro e o brasileiro como sempre acomodado com tudo isso não liga se a carne é inspecionada e ou rastreada. Devo lembrar mais uma vez que o profissional responsável pela qualidade dos produtos de origem animal (carne) é o veterinário, então pergunto aos leitores do blog: o local onde você compra carne tem um veterinário responsável? Se não tem é para ter. E a carne que você consome tem inspeção municipal ou estadual? A prefeitura tem veterinário (inspeção ou vigilância)? Esses são requisitos básicos, mas que não são cumpridos em grande parte do interior do Brasil.  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial