Sem abelhas podemos passar fome

By | quinta-feira, dezembro 08, 2011 Deixe um comentário


Nos últimos quatro anos um fenômeno vem intrigando cientistas em todo mundo, as abelhas tem desaparecido sem deixar rastros, elas saem para buscar néctar e pólen e simplesmente somem deixando para trás a colmeia, não sendo encontrados corpos das abelhas nem nas proximidades da colmeia. Esse mistério teve inicio na Europa e já é grave nos EUA, afetando diretamente os criadores, no Brasil existem relatos não confirmados. È importante ressaltar que as abelhas são os mais importantes agentes polinizadores e sem elas a reprodução das plantas fica comprometida, que compromete a cadeia alimentar, segundo Albert Einstein: “Se as abelhas desaparecerem da face da Terra, a humanidade terá apenas mais quatro anos de existência. Sem abelhas não há polinização, não há reprodução da flora, sem flora não há animais, sem animais, não haverá raça humana”. Pode até ser pessimista demais essa afirmação de Einstein, mas a verdade é que sem as abelhas muitos vegetais podem sumir e no futuro pode haver sim fome. Até o presente momento não existe uma explicação para o que está acontecendo com esse inseto e muito se tem especulado, inclusive já existe uma denominação para esse problema: desordem do colapso da colonia.

Nunca é demais lembrar que o clima tem mudado no mundo, o homem continua a produzir animais e vegetais em laboratórios (OGM – organismo geneticamente modificado), os agrotóxicos continuam a ser usados em larga escala, a poluição aumentou de tal forma que até o homem do campo polui, medicamentos são usados indiscriminadamente. Se refletirmos pelo menos o culpado poderemos encontrar é só olharmos no espelho.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial